Header Ads

Vídeo: “Tigrão” nega participação em sequestro, mas câmeras flagram veículo preso com ele, na cena do crime

Teixeira de Freitas: A equipe do Liberdade News teve acesso com exclusividade às imagens de videomonitoramento, onde mostra toda a ação dos criminosos que invadiram a residência de um empresário de Teixeira, no Bairro Santa Rita, na manhã desta quarta-feira, 04 de dezembro. As imagens mostram o momento em que dois veículos chegam próximo à residência da vítima, sendo um deles com os criminosos que invadiram a residência, e outro com os criminosos que davam suporte à ação criminosa. É possível ver nitidamente toda a movimentação dos dois carros envolvidos no crime.

Em uma ação rápida, a Polícia Militar conseguiu interceptar o veículo da vítima, o qual foi feito de refém. Após perseguição e tiros, os criminosos bateram o veículo da vítima, e foram rendidos pela guarnição. No ato, duas mulheres e um homem foram presos, e dois adolescentes apreendidos. Na sequência, duas mulheres foram presas na porta da delegacia tentando levantar informações, e após a prisão dessas mulheres, a Polícia Militar chegou a mais dois integrantes da quadrilha, sendo um deles, o possível mentor do crime, o qual foi identificado como sendo Dagberto Gonzaga de Souza, vulgo “Tigrão”, 48 anos.

O “Tigrão” afirma ser empresário em Teixeira de Freitas, e que tem uma loja no Shopping Teixeira Mall. Segundo as mulheres que estavam na delegacia, foi o Dagberto “Tigrão”, que teria levado as duas para a delegacia. O Dagberto estava em um veículo modelo GM/Onix, de cor prata, placa QOS 9H60. Ao ser questionado pelos policiais militares, ele negou o envolvimento com o grupo criminoso, mas, confessou que estava ajudando as jovens a conseguir um advogado para os que foram presos. Ainda em diligência, os militares prenderam Diego Feitosa Ferreira de Araújo, 20 anos, preso no Centro.

O Diego dirigia um veículo modelo Toyota/Etios, de cor prata, que estava ostentando placa falsa, ODM 5A44, e foi o veículo que levou os criminosos para a casa do empresário. Em entrevista ao jornalista Clóves Neto, mais uma vez o empresário Dagberto negou as acusações, dizendo que apenas levou para a delegacia, as duas mulheres que pediram ajuda para que ele arrumasse um advogado. Porém, as câmeras de vídeo da rua onde tudo aconteceu mostram os dois carros aprendidos com o Dagberto e o Diego, o GM/Onix e o Toyota/Etios, no local do crime. Acompanhe as imagens e vejam os dois veículos chegando juntos.


PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.