Header Ads

Ação da Polícia Civil e Militar de Nova Viçosa chega em menos de 24 horas aos acusados de matar genro e sogro


Nova Viçosa: Uma ação rápida da Polícia Civil, liderada pelo delegado Marco Antônio Neves, e da Polícia Militar, comandada pelo Tenente Lousada, chegou aos suspeitos de ter cometido um duplo homicídio em Posto da Mata, cujas vítima, genro e sogro, foram assassinados a tiros, na noite desta sexta-feira (03). As vítimas, Igor Lima da Silva, 23 anos, e Édio da Rocha Ramos, 36 anos, foram executados a tiros, na Rua Flamingo, no Bairro Jardim dos Pássaros, em Posto da Mata. A operação começou pela manhã e terminou na noite deste sábado, 04 de janeiro. Em menos de 24 horas, a ação conjunta das Polícias prendeu três pessoas suspeitas.

A ação contou ainda com apoio do tenente Portela, de Nova Viçosa, e culminou na prisão dos suspeitos e elucidação desse duplo homicídio. Os acusados foram identificados como sendo, Jacson de Jesus Conceição, 19 anos; Renan dos Santos Barbosa, 21 anos (morador de Teixeira de Freitas) e Leandro de Oliveira, 31 anos. Segundo informações, o Leandro foi quem emprestou a arma utilizada pelos outros dois acusados para praticarem o duplo homicídio. Logo após a prisão, o Renan confessou o crime para delegado Marco Antônio, inclusive falando que pegou a arma com o Leandro. Mas, em entrevista à nossa reportagem, os três acusados negaram a participação no crime.

O Leandro disse que não tem arma e que não teria como emprestar uma arma, se ele não possui nenhuma. Já o Renan e o Jacson, em entrevista, negaram o crime e disseram que não mataram ninguém. Os dois disseram que já tem passagem por tráfico. O Renan disse que além do tráfico, ele já foi preso por outro tipo de crime, mas, não quis falar sobre este crime. Segundo a polícia, um menor, que estava na casa do Renan e do Jacson, foi fundamental na elucidação do crime, pois, presenciou os acusados falando sobre o crime, inclusive contando detalhes da ação criminosa. O delegado Marco Antônio Neves deu detalhes, em entrevista, sobre esta ação.

Nossa equipe presenciou o adolescente falando para o delegado, na frente de seu advogado, que ele realmente estava na casa com o Renan e o Jacson, e que os dois falaram sobre o crime. Após as oitivas, o delegado flagranteou os três por homicídio (Renan, Jacson e Leandro), com agravante no parágrafo 2, incisos I, II e IV do Art. 121. Os três seguem presos à disposição da justiça. A arma do crime não foi encontrada e o menor foi liberado na presença da mãe e do advogado. Segundo o delegado Marco Antônio, a motivação do crime tem ligação com a guerra pelo domínio do território do tráfico de drogas.

O delegado Marco Antônio ressaltou que a Polícia Civil e Militar de Nova Viçosa e Posto da Mata caminham juntos e tem realizado importantes operações,que estão culminando no combate efetivo à criminalidade naquela região. E agradeceu ao apoio e a confiança que a sociedade tem dado à polícia, com informações e denúncias, que muito tem contribuído para o sucesso das ações policiais.

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.