Header Ads

"Giovane" acusado de ter assassinado padastro em Posto da Mata é morto na Comunidade Bela Vista


Nova Viçosa: Acusado de ter matado padastro a pauladas no distrito de Posto da Mata é morto com um tiro na cabeça na Comunidade Bela Vista, na tarde deste sábado, 15 de fevereiro. Segundo informações, o acusado, hoje vítima de homicídio, identificado como, Giovane Monteiro Apolinário, 41 anos, estaria trafegando em uma bicicleta pela Rua Rio do Sul, naquela comunidade, quando foi surpreendido pelo executor, que desferiu um único tiro, que lhe atingiu o rosto. A Central do CICOM/190 foi informada através de populares, que deslocou uma guarnição do 4º Pelotão da 89ª CIPM, para averiguar as informações.

Após confirmação do homicídio, o delegado de plantão da 8ª COORPIN, Charlton Bortolini, foi informado, e solicitou ao DPT a remoção do corpo para o IML de Teixeira de Freitas. O inquérito policial será remetido para a Delegacia Territorial de Nova Viçosa, que irá dar continuidade às investigações para tentar identificar o autor do crime. No local, permaneceu a Lei do Silêncio, ninguém viu nada, ninguém sabe de nada.

O Giovane teria matado o seu padrasto na noite do último dia 04 (terça-feira), deste mês em curso, no Bairro Jardim dos Eucaliptos, no distrito de Posto da Mata, com pauladas pelas costas, após uma discussão, onde o Giovane, queria que o Senhor Claudionor da Silva, que era conhecido como "Nozinho", de 69 anos, lhe desse dinheiro da sua aposentadoria. Ainda segundo informações, ele teria feito isso várias vezes, sob ameaças e intimidações para com o padrasto.

Neste fatídico dia, o padrasto não se rendeu às ameaças, e em seguida, foi surpreendido pelas costas com uma paulada na cabeça, vindo a cair ao chão, momento em que recebeu outras pauladas. O acusado, após ter cometido o crime, se evadiu do local, em uma bicicleta, tomando destino ignorado. Informações dão conta que a Polícia Civil já teria requerido a prisão preventiva do Giovani, ao poder Judiciário. O crime teve grande comoção na comunidade, pelo ato covarde e cruel.

PHOTO JORNALISMO / Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.