Header Ads

PM mata homem após discussão no Centro de Mucuri: Militar alega que agiu em legítima defesa

Mucuri: Um policial militar entra em luta corporal com uma pessoa, e acaba atirando na vítima, que foi atingida na cabeça. O fato aconteceu no final da manhã desta quinta-feira, 06 de fevereiro, na área Central da cidade de Mucuri, e segundo informações, o policial militar estava em um salão de cabeleireiro, quando a sua esposa teria chegado e relatou que um homem teria mexido com ela, e apontou onde ele estaria, momento em que o PM, que estava de folga, teria ido de encontro com a pessoa, que foi identificada como Darlon Fernandes de Souza, 52 anos.

O militar foi tirar satisfação sobre o ocorrido, quando os dois começaram a discutir, e acabaram entrado em vias de fato, momento em que houve um disparo de arma de fogo, que atingiu a vítima na cabeça, levando-o a óbito no local. O policial militar permaneceu no local até a chegada de uma guarnição do 2° Pelotão da 89ª CIPM, onde o policial é lotado, momento que ele se apresentou para o comandante da guarnição, entregando a sua arma, e sendo conduzido para sede da Unidade Policial, onde segue recolhido para as devidas providências.

O delegado titular de Mucuri, Samuel Martins Neto autorizou a remoção do corpo ao IML, onde passará por necropsia. As investigações ficarão a cargo do delegado. Um inquérito policial militar também será instaurado para apurar a conduta do policial, o qual alega que o Darlon estaria de posse de uma arma branca tipo faca, e teria ido para cima dele no momento da discussão, quando ele teve que reagir em legítima defesa. Já os familiares da vítima, disseram que Darlon teria problemas mentais, e que fazia uso de medicamentos controlado.

Os familiares alegam ainda que a vítima seria paciente do CAPS, e que teria ido buscar medicamentos na manhã desta mesma data. O delegado Samuel Martins disse para nossa equipe de reportagem que está aguardando a apresentação do policial, através do Comando da Unidade Policial onde ele se encontra custodiado temporariamente.

PHOTO JORNALISMO / Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.