Header Ads

Polícia impede execução de homem no 'tribunal do crime'

Homem, que sofreu ferimentos graves, teve dois braços fraturados e vários cortes


Homem de 20 anos foi torturado pelo "tribunal do crime" no bairro Moisés Reis / 
Foto: Gustavo Moreira/RADAR 64 

EUNÁPOLIS
- Um homem de 20 anos foi torturado no bairro Moisés Reis, em Eunápolis, no fim da tarde de quarta-feira (13). Segundo moradores relataram à reportagem do RADAR 64, Maxsuel Ferreira de Jesus, de 20 anos, estava sendo punido pelo “tribunal do crime”, no qual os membros de uma facção criminosa são julgados e podem ser condenados à morte por descumprirem uma espécie de código interno. A execução foi impedida por policiais civis do Serviço de Investigação da Delegacia Territorial.

Conforme a polícia, moradores denunciaram que estavam ouvindo gritos em uma região de brejo no fim da Rua da Lua. No local, havia cerca de oito homens agredindo violentamente Maxsuel. O grupo fugiu pelo matagal ao notar a presença da polícia.


Maxsuel teve os dois braços fraturados e diversos cortes pelo corpo / 
Foto: Gustavo Moreira/RADAR 64 

Como o local era de difícil acesso, os investigadores carregaram Maxsuel cerca de 300 metros até a ambulância do SAMU. Ele teve dois braços fraturados e diversos cortes, principalmente na cabeça e tórax. Segundo um socorrista, Maxsuel não teria resistido se tivesse sido agredido por mais 10 minutos.

Ele foi levado para o Hospital Regional. Apesar da gravidade dos ferimentos, o estado de saúde é considerado estável.

Ainda conforme a polícia, Maxsuel é suspeito de envolvimento no tráfico de drogas e é investigado por participação em homicídio.

PHOTO JORNALISMO / Fonte: Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.