Header Ads

Policiais do PETO prendem advogado e outros dois acusados com drogas sintéticas e maconha em Itamaraju



Itamaraju: Policiais do PETO de Itamaraju abordam dupla em motocicleta, na noite desta sexta-feira, 28 de fevereiro, na área Central da cidade, sendo encontrado com os dois suspeitos, comprimidos de substância tipo Ecstasy, além da placa da motocicleta que não corresponde com o veículo, segundo o Banco Nacional de Cadastro Veicular. Esta ação, levou também à prisão de um advogado reincidente na acusação de tráfico de drogas. A abordagem aconteceu na Avenida Dom Pedro l, quando os PMs perceberam que o piloto da motocicleta tentou se evadir em alta velocidade, após avistarem a guarnição.

A dupla foi interceptada e abordada, sendo identificada como sendo, Renato Damacena Rocha, 34 anos, e seu sobrinho, Herik Oliveira Rocha, 18 anos, que estavam em uma motocicleta modelo Honda/Titan FAN, cor azul, que estava ostentando a placa JSF 8771, sendo encontrado com os mesmos, 56 comprimidos de substância tipo Ecstasy, e o valor em espécie de R$ 140,00 (cento e quarenta reais). Os Policiais ao questionarem sobre a substância encontrada, os dois suspeitos disseram que seriam moradores do Bairro Bela Vista, em Teixeira de Freitas.

Os dois disseram ainda que teriam ido buscar o entorpecente na mão de um pessoa chamada Rodrigo, em sua residência na Rua Mem de Sá, localizada também no Centro da cidade. A PM deu continuidade na diligência, e segundo os militares, ao chegarem no local, o suspeito tentou empreender fuga, mas, foi contido já no portão de sua residência. Ao ser abordado, ele se identificou como sendo advogado. Trata-se de Rodrigo Oliveira de Jesus, 28 anos, que estava em posse de uma porção de substância tipo maconha, pesando aproximadamente 60 gramas.

Ao fazerem uma busca no local, foi encontrado 126 comprimidos da mesma substância encontrada com os outros dois suspeitos; 01 porção de outra substância conhecida como MD Cristalina (metilenodioximetanfetamina); 01 balança de precisão, e embalagens para condicionar os entorpecentes. Rodrigo Oliveira foi preso em Teixeira de Freitas, na data do dia 20 de outubro de 2019, na companhia de outra pessoa, em um bar na Urbis lll, e na época foi apreendido com eles, 10 comprimidos de Ecstasy e 30 gramas de cocaína.

Diante dos fatos, os três acusados foram conduzidos para a Delegacia Territorial, e apresentado para o delegado do plantão regional, Charlton Bortolini, que após as oitivas dos PMs e dos conduzidos, que assumiram que teriam ido buscar a referida droga na mão do advogado Rodrigo, o delegado flagranteou os três por tráfico de drogas, sendo elez conduzidos para a carceragem da unidade policial. Ainda neste sábado (29), o Renato e o Herik foram transferidos para a Sede da 8ª COORPIN, em Teixeira de Freitas. Já o advogado Rodrigo, ficou preso na carceragem de Itamaraju, pela prerrogativa que lhe reserva não ficar na mesma cela com outros detentos, bem como, não ser conduzido em viaturas, junto com outros presos.

PHOTO JORNALISMO / Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.