Header Ads

Investigação leva a localização de corpo e prisão dos acusados


Depois de quase três meses de um trabalho minucioso de investigação, o delegado Jansen Júnior localizou o corpo de um homem que estava desaparecido na cidade de Belmonte. Quatro acusados já estão detidos.

Os restos mortais de Neudes Bonfim da Silva, 23 anos, estavam enterrados em uma cova de um metro de profundidade, no quintal de uma casa no bairro São Benedito. Para fazer a remoção da ossada, foi preciso a utilização de uma retroescavadeira.

Durante as investigações, a polícia chegou a Bruno Santana Passos, 18 anos, o 'Gudan', a Vinícius Anjos dos Santos, 20 e a dois adolescentes de 17 anos.

Os menores já estavam apreendidos em um centro de ressocialização na capital baiana por uma tentativa de homicídio em Belmonte, mês passado, quando chegaram filmar o crime e postar as imagens nas redes sociais. Gudan também estava preso desde o início do mês, por suspeita de envolvimento na morte de Elian Vieira Freitas, 19 anos, no bairro Pequi, em Eunápolis. Vinícius também se encontra detido por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Logo que tomou conhecimento da prisão de Gudan, o delegado Jansen veio ouvi-lo na delegacia de Eunápolis. Ele confessou o crime em Belmonte, apontou os três comparsas e informou a localização do corpo.

Neudes, conforme a narrativa dos acusados, foi capturado enquanto passava por uma rua do bairro São Benedito. Ele foi levado para o quintal de uma casa abandonada. Ali mesmo foi morto e teve o corpo enterrado.

Conforme o delegado, Neudes foi morto porque pertencia a uma facção que disputa o comandado do tráfico de drogas com a organização criminosa que tem os acusados como membros.

"Vou concluir o inquérito policial e representar pela decretação da prisão preventiva dos dois maiores e internação dos dois adolescentes. Todos vão responder por mais este crime: homicídio qualificado - por motivo fútil e por emboscada - e ocultação de cadáver", afirma o delegado.

A ossada foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica, em Porto Seguro. Será feito exame de DNA ou da arcada dentária para identificação oficial do corpo.

PHOTO JORNALISMO / Fonte: Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.