Header Ads

Dor e Emoção: Família realiza manifestação pedindo justiça pela morte de Leonardo Henrique no interior de Alcobaça

Na manhã este domingo 26 de Julho, familiares e amigos de Leonardo realizaram uma manifestação, na BA-290, em Canta Galo, distrito de Alcobaça. A manifestação foi marcada por muita emoção, revolta e pedidos de justiça. O Jovem Leonardo Henrique Sande Silva, 23 ano, desapareceu na manhã da quarta-feira, dia 27 de maio, e foi encontrado, na manhã do domingo, 21 de Maio, numa estrada que dá acesso aos Eucaliptos.

A manifestação se iniciou na BA-290, os participantes usavam, Mascaras, Álcool em Gel, e o distanciamento, obedecendo os protocolos da Pandemia do Covid-19, além de uma camisa com a foto de Leonardo e carregavam cartazes pedindo justiça ao caso.

A senhora Patrícia Ribeiro Sande, a mãe do Leonardo Henrique, disse: "Estamos aqui nesta manifestação em prol de justiça pela cruel forma que mataram meu, toda minha família foi atingida, como fizeram com o meu Leonardo, ele saiu para trabalhar, e no horário de almoço, nesse percurso ele desapareceu, após 05 (Cinco) dias encontramos ele morto numa vegetação de eucaliptos, enterrado, ele era um menino bom, honesto, trabalhador, caseiro, familia, estamos aqui pedindo que se faça a justiça, esse crime não pode ficar impune, meu filho não fazia nada de errado, não devia nada a ninguém, foi muita crueldade, ele não merecia isso, queremos justiça" desabafou a mãe.

O senhor Matias Silva Lima, pai do Leonardo Henrique, em meio as lagrimas falou que: "Estamos sofrendo muito, pelo que fizeram com ele, ele não merecia isso nunca, meu filho era trabalhador, honesto, pegaram meu e levaram pra o mato, queremos justiça, tiram a coisas mais preciosa que tinha em minha vida, só queremos justiça e que eles paguem pelo que fizeram com o meu filho, ficamos 05 (Cinco) dias no mato a sua procura, procurando ele dentro dos eucaliptos, até encontramos, meu filho foi executado, foram 03 (Três) tiros na nuca de meu filho, porque a justiça demora tanto?, as pessoas que fizeram isso estão todos por ai, numa boa, e o meu filho debaixo da terra, e a gente sofrendo, tudo na vida, pedimos que se faça a justiça".
Ana Paula Sander Costa, tia de Leonardo Henrique, "Esse é um momento único, estamos aqui com nossos familiares nessa manifestação, procurando por justiça, que apareça quem fez isso com ele, um rapaz muito com de família, honesto, sempre em dia com a sociedade, estamos em luto, a perda dele foi muito grande pra a gente, a família está praticamente sem vida, porque Leonardo era parte de nossas vidas, queremos justiça, apelamos para o Ministério Público, pedimos socorro, olhem para essa família sofrida, apelamos pra justiça, e que se faça justiça, com fé em Deus".

Janine Santos Lima, prima do Leonardo relatou, "Q
ueremos uma resposta, o que aconteceu com Leonardo? Porque fizeram essa crueldade com ele? Quem foram os culpados? Onde estão as investigações? O Ministério Público? quem morreu foi um jovem de 22 anos, assassinado brutalmente, e a pessoa que fez isso com ele foi tão covarde que enterrou o seu corpo, se não fossem a familia, e os amigos, não teríamos encontrado o corpo de Leonardo, queremos justiça, queremos resposta do que aconteceu com ele, amanhã, segunda-feira, 27 de Julho ele estaria completando 22 anos, é uma dor incalculável".

Já o senhor Edson Domingos da Conceição, amigo da familia, comentou, "Estamos para externar nossa gratidão a Deus, por ter nos dados forças e sabedoria em lidar com esse caso que chamou a atenção de toda a região, em especial daqui do distrito de Canta Galo, Leonardo era um jovem bom, honesto e trabalhador, conheço seus familiares, ele era de boa índole, mas, nos deixou de uma forma trágica, queremos justiça e de forma rápida".

Ao final da manifestação foram realizadas duas visitas, uma na Construção de uma escola municipal que Leonardo trabalhava, e outra na região dos eucaliptos, em que seu corpo foi encontrado, em meio as lagrimas a manifestação foi encerrada, sem nenhum ponto negativo, e em meio a um círculo com a oração do “Pai Nosso”

PHOTO JORNALISMO / Por: Lenio Cidreira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.