Header Ads

Em meio a tiroteio, mulher resgata filho que seria executado


Policiais civis e militares impediram, nesta quinta-feira (16), em Eunápolis, que um homem fosse executado por bandidos do chamado "tribunal do crime".

Por volta das 12h30, a polícia recebeu uma denúncia de que Abraão Silva dos Santos, 24 anos, havia sido retirado de dentro de sua casa, no Renovação e levado para um matagal nos arredores do bairro.
No local, a força policial foi recebida à bala. Houve uma intensa troca de tiros.

Mas o que chamou a atenção foi a coragem da mãe de Abraão. Mesmo em meio ao fogo cruzado, a mulher de aproximadamente de 56 anos entrou na mata e conseguiu resgatar o filho. Ela o levou para o hospital em um táxi.

Espancado com chutes, socos, pedradas e pauladas, Abraão está internado na UTI, em estado grave, ligado a um respirador.

Durante a operação, a polícia conseguiu prender dois suspeitos. Segundo agentes do Serviço de Investigação da Delegacia Territorial, existem indícios de que Yuri Paiva Lima e Lázaro da Glória Carvalho Júnior, de 20 anos, participaram do crime.

Eles devem prestar depoimento ainda nesta quinta e podem ser autuados em flagrante por tentativa de homicídio.

Segundo a família, Abraão trabalha como mascate e vinha discutindo muito com a ex-mulher. O casal tem dois filhos pequenos e havia se separado há cerca de três meses.

Uma das linhas de investigação é que criminosos do bairro podem ter ficado incomodados com as constantes brigas, pois isso poderia atrair a polícia para a localidade.

PHOTO JORNALISMO / Fonte: Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.