Header Ads

Dupla é presa com armas, drogas e munições em ação do PETO no Tancredo Neves em Teixeira

Compareceu na Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas na noite desta sexta-feira, 06 de novembro, uma guarnição do PETO/ROTAM, apresentando duas pessoas suspeitas de tráfico de drogas. Segundo informações, os militares receberam uma denúncia anônima de que no Bairro Tancredo Neves, na Rua Esperança, uma residência estaria funcionando como ponto de tráfico de drogas, e que indivíduos armados estariam ostentando arma de fogo na referida casa.

Chegando ao local, a guarnição se deparou com dois suspeitos, que estavam na frente da residência. Ambos tentaram fuga, mas não obtiveram êxito, e foram alcançados pela guarnição. Após busca pessoal, foi encontrado na cintura dos suspeitos, um revólver calibre 38 e um revólver calibre 32, sem marca aparente. Os dois, identificados como Rian Pereira da Rocha, 18 anos, e Thiago Silva de Oliveira, 18 anos, autorizaram aos policiais a fazerem uma revista na residência.

Dentro do imóvel, os militares localizaram uma terceira pessoa, posteriormente identificado pela polícia, que também tentou fuga, mas foi alcançado por outro policial da guarnição. Após busca pessoal, foi encontrado drogas ilícitas dentro do bolso da bermuda do terceiro suspeito, além de 47 gramas de uma substância parecida com crack; 88 pedras de crack, além de uma porção maior, e o valor em dinheiro de R$ 500,00 e uma balança de precisão.

Na residência, os militares encontraram 05 munições intactas de calibre 38; 06 munições de calibre 32, picotados e mais 07 munições de calibre 32 (intactas). Ainda segundo os militares, na sequência, os três acusados receberam voz de prisão. Quando estavam saindo, uma mulher, que disse ser a dona da residência, chegou na casa. Após algumas declarações aos policiais, ela também foi conduzida para a Delegacia.

A dona da residência disse que o Rian é seu filho, e que a terceira pessoa encontrada na casa, é o seu companheiro, e que não sabe do envolvimento deles em nada ilícito. Os três negaram estar traficando, e alegaram para o delegado Bruno Ferrari, que não tinham conhecimento das armas e drogas apreendidas pela PM. Após oitiva, o delegado flagranteou o Rian e o Thiago, por crime de tráfico de drogas e porte de arma, eles seguem presos à disposição da Justiça.

O terceiro suspeito, e a dona da residência foram liberados após a oitiva, e a Polícia Civil dará continuidade às investigações.

PHOTO JORNALISMO /   Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.