Header Ads

PM prende quatro acusados de tentar matar “Bira Corretor” em Teixeira: Suspeitos serão investigados em outro homicídio


Teixeira de Freitas: Na manhã desta sexta-feira, 12 de março, policiais militares da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar, liderados pelo comandante Anacleto França, estiveram no local da tentativa de homicídio de Ubiratan Ferreira dos Santos (Bira Corretor), 59 anos, e deram início à diligências no intuito de localizar e prender os autores do referido crime. Em uma ação rápida, já por volta das 11h00, os militares apresentaram na Delegacia de Polícia Civil, quatro suspeitos, 03 carros, uma moto e um revólver calibre 38.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas informaram que um veículo Fiat Palio de cor cinza, placa policial EUJ-9A25 estaria na rua da residência da vítima desde as 03h00 da madrugada, e que quando a vítima saiu de casa pela manhã, os criminosos deixaram o carro e pegaram uma moto para cometer o crime. Quando os militares, que estavam realizando rondas, percebeu a presença de dois suspeitos chegando em outro veículo, para resgatar o referido Fiat Palio, os militares abordaram os dois, sendo que um deles ainda tentou fugir.

Ao serem questionados sobre o crime ocorrido contra “Bira Corretor”, os dois acabaram por confessar a participação deles, dizendo que haviam recebido o valor de R$ 8.000,00 para praticar o homicídio. Os dois foram identificados como sendo, João Carlos Oliveira Constantino, 34 anos, e Wellington Mota Pereira, 20 anos, vulgo “Du”. João Carlos dirigia um Fiat Uno, de cor preta, placa policial OKY-7021, de sua propriedade. Segundo apurou nossa equipe de reportagem, o João Carlos foi o intermediário e contratante do crime, recebendo a quantia de R$ 2.000,00 (dois mil reais).

Já o Wellington é apontado com o executor direto do crime, o qual teria recebido a quantia de R$ 1.000,00 (hum mil reais). Após confessar o crime, os militares deram voz de prisão aos dois (João e Wellington) e apreenderam os dois veículo (Palio e Uno). Com mais informações, os militares saíram em diligência, com o objetivo de prender outros participantes do crime. Na sequência, os militares conseguiram localizar e prender Leandro Cecílio Dias, 22 anos, contratado para esconder o revólver calibre 38, usado no crime.

Segundo a PM, o revólver foi encontrado dentro do veículo do Leandro, um VW/Gol, de cor cinza, placa policial MTM-4475, com dois cartuchos intactos. O veículo foi encontrado em uma oficina mecânica, sem condições de uso. Ainda em diligência, a Polícia Militar logrou êxito em localizar e prender o piloto da motocicleta utilizada para cometer o crime.


Trata-se de uma moto Honda Start 160, de cor preta, placa policial FVV-6F83. O suspeito foi identificado como sendo, Yago Barbosa Santos, 20 anos, o qual confessou ter recebido R$ 1.000,00 para pilotar a moto.

Segundo informações coletadas por nossa equipe, a polícia acredita que fortes indícios apontam os indivíduos presos como sendo os mesmos que praticaram o homicídio ontem à noite contra outro corretor, Ademi Cardoso de Lima, conhecido como “Dema Corretor”, homicídio praticado por volta das 21h00, no Bairro Bela Vista. Ainda segundo apurou nossa equipe de reportagem, tanto o Bira como o Dema estavam mexendo com compra e venda de gados, e que o mandante também trabalha com compra e venda de gados.

A Polícia já tem informações sobre o mandante, mas, não divulgou para não atrapalhar as investigações. Nossa equipe de reportagem conversou com o Yago, o qual alega ter apenas emprestado a motocicleta e que sabia que era para matar o “Bira Corretor”. Os outros acusados confessaram para os policiais a participação deles no crime contra o “Bira Corretor”, mas negaram participação no crime de “Dema Corretor”. Somente o Yago conversou com nossa equipe de reportagem, os outros acusados não quiseram se pronunciar.

O Bira Corretor continua internado em estado grave no Hospital Municipal. A Polícia Civil está intensificando as investigações para conclusão desse inquérito sobre o homicídio tentado, e investiga a participação dos suspeitos no crime de homicídio cometido contra “Dema Corretor”.


PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves e Luciano Campos/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.