Header Ads

Homem é preso pela Polícia Civil de Nova Viçosa por divulgar vídeos de sexo com ex-companheiras


Teixeira de Freitas: Compareceu na Delegacia Territorial de Nova Viçosa, uma senhora, relatando que conviveu maritalmente com a pessoa identificada como sendo, Janício Nunes Bento, 39 anos, e quando estavam convivendo, fizeram uma gravação em vídeo de momentos de intimidade do casal, e quando eles se separaram, ela pediu ao Janício que apagasse as imagens referente às cenas de sexo explícito, que haviam sido gravadas.

Janício disse à sua ex-companheira que já tinha apagado as imagens. Ocorre que nesta quarta-feira, 31 de março, ela foi avisada que estavam circulando, via WhatsApp, um vídeo com cenas de sexo explícita, entre ela e seu ex- companheiro. Embora o Janício nega que tenha sido o autor da divulgação, ele confessa em seu interrogatório que ainda tem as gravações em vídeo dentro da memória de seu celular.

Segundo o delegado titular de Nova Viçosa, Marco Antônio Neves, no mês de novembro de 2020, o Janício tinha divulgado um vídeo de cenas de prática de sexo entre ele e outra ex-companheira, e considerando que o vídeo ainda estava sendo exposto, foi dada voz e prisão ao Janício Nunes Bento, que foi autuado em flagrante, com base no Art. 218, C, do Código Penal Brasileiro, por divulgar cenas de sexo em rede social, sem autorização.

Ainda segundo o delegado Marco Antônio, no celular do Janício foi encontrado mais de 400 vídeos de sexo explícito. Mas, foi detectado que desses, aproximadamente 10 vídeos é de prática sexual do Janício com outras pessoasO delegado disse ainda, que na gravação do ano passado, a vítima alega que nem sabia dessa gravação, e que ele deve ter gravado em um momento em que eles beberam e ela não percebeu que estava sendo gravado.

No primeiro caso, a vítima nem sabia que estava sendo gravada, e a divulgação do vídeo casou grande abalo emocional na ex-companheira do Janício. Já no caso mais recente, a vítima tinha conhecimento da gravação, mas, ele garantiu que tinha excluído o vídeo. O Janício segue peso à disposição da Justiça.

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.