Header Ads

Rádio Lajedão FM sofre 3° atentado: Criminosos mais uma vez incendeiam a rádio

Lajedão: Na madrugada desta segunda-feira, 12 de abril, por volta das 02h00, a Radio Lajedão sofreu o 3º atentado deste ano. A Radio voltou a funcionar no último dia 30 de março, após ter ficado 41 dias fora do ar, por conta do último atentado, em que um criminoso quebrou a porta da frente, adentrou no estabelecimento e ateou fogo. O último atentado provocou enormes prejuízos financeiros e sociais, pois a cidade ficou sem sua única Rádio Comunitária.

Segundo o diretor da Rádio Lajedão FM, Edvaldo Alves, está mais que evidente a motivação política dos atentados. Recentemente o radialista Edvaldo Alves fez uma série de denúncias contra a atual administração municipal, acerca de um contrato de quase R$ 2 milhões de reais com uma empresa de lixo, e que a Prefeitura estaria usando veículos da própria frota na coleta de lixo, além de uso indevido do lixão, em um evidente crime ambiental.

No atentado desta segunda-feira, o criminoso veio pelos fundos da Rádio, tirou algumas telhas e jogou uma espécie de bomba caseira (coquetel Molotov). O fogo destruiu parte do telhado e do forro e danificou equipamentos. Segundo o diretor da Rádio, Edvaldo Alves, ainda não há informações sobre o tamanho do prejuízo, mas, a Rádio ficará mais alguns dias fora do ar para a nova reforma.

"Lamentável o que está acontecendo em Lajedão. Mesmo após dois atentados, todo apoio popular recebido pela rádio, investigações da Polícia, apoio da imprensa e de autoridades de Lajedão e região, esses bandidos continuam desafiando a polícia e a Justiça. O sentimento é de revolta. Eu ainda acredito na Justiça, mas o que temos visto em Lajedão é um verdadeiro descrédito nos órgãos de Segurança Pública", desabafou Edvaldo.



"A cidade de Lajedão deixou de ser uma cidade tranquila e pacata. Ondas de arrombamentos vem ocorrendo na cidade e tem assustado os moradores. As pessoas chegam para gente e dizem que a cidade está jogada à própria sorte e que ninguém acredita na Justiça. O estado não está oferecendo segurança à população. Criminosos desafiam os órgãos de Segurança, brincam com a Polícia, brincam com a Justiça, pois estão vendo a impunidade reinando", acrescentou.

"Querem calar nossa voz. Até quando, até onde isso vai? Será que a polícia vai esperar que os atentados passem a ser pessoal. Será que vai ser preciso morrer alguém para tomarem uma atitude? Nos dois atentados, o povo ajudou bastante, da forma que podia, mas, os prejuízos foram enormes. Não temos condições financeiras para continuar. É um absurdo isso. Estão tentando de todo jeito calar a imprensa. Isso é inadmissível em pleno 2021. Lajedão vive um retrocesso. Algo precisa ser feito", finalizou.

Tirou algumas telhas e jogou uma espécie de bomba caseira (coquetel Molotov).

Video do 1° atentado.

Video do 2° atentado.

PHOTO JORNALISMO / Por: Liberdadenews/Ascom

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.