Header Ads

Requintes de Crueldade: Homem é brutalmente assassinado no Bairro Liberdade em Teixeira


Teixeira de Freitas O segundo homicídio deste domingo, 04 de abril, aconteceu na Rua Canadá, no Bairro Liberdade. A vítima, que foi de identificada como Luan Gonçalves Figueiredo, ia completar 21 anos de idade nesta segunda-feira (05). A vítima foi morta com requintes de crueldade, em uma casa abandonada na referida rua.

No local, ninguém soube informar quantos bandidos entraram na casa e mataram a vítima. A polícia suspeita de três ou quatro criminosos. A vítima ainda chegou a correr para um beco da casa, mas foi perseguido e morto. A vítima fatal apresentava várias perfurações de faca, e a cabeça foi esmagada por uma barra de ferro, que segundo a polícia, trata-se de uma Bengala de amortecedor de moto.

A Polícia Civil esteve no local, representada pelos delegados Manoel Andreetta e Bruno Ferrari. Segundo levantamentos realizados pelos delegados, a casa era usada para uso de drogas, e havia vários indícios de uso de entorpecentes, inclusive, um cachimbo usado para queima do crack. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica realizou a perícia de ação violenta (homicídio).

Uma guarnição da Polícia Militar preservou o local até a chegada da Polícia Civil. Outras guarnições realizaram rondas nas imediações na tentativa de prender os autores, mas, não lograram êxito. Os peritos encontraram a barra de ferro usada no crime. Após os trabalhos de praxe, o corpo foi removido ao IML para exames de necropsia. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o crime.

Segundo apurou a polícia, o pai do Luan já é morto e a mãe mora no Assentamento 40/45. Há informações ainda que o Luan era contumaz no mundo do crime, e a própria família já havia lhe abandonado. Nossa equipe de reportagem apurou que em em 01 de abril de 2018, prestes a completar 18 anos, ele sofreu uma tentativa de homicídio no Bairro São Lourenço. Na ocasião, uma criança de 04 anos foi baleada também (vítima de bala perdida).

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.